logo

Moderno, Criativo e Funcional. Competências a partir de estratégias de comunicação digital no desenvolvimento de negócios.

Graciliano Ramos, 56 – Caxias do Sul – RS
Thomaz Soares de Oliveira, 200/B201 – Campina Grande – PB
(+55) (54) 99621.2310
contato@dapperweb.com.br

Dapper Web

gutenberg wordpress

Gutenberg: o novo editor do WordPress

Gutenberg, esse foi o nome dado para o novo editor do WordPress. Sua chegada está programada já para a versão 5 do WordPress, mas mantendo o clássico como padrão neste primeiro momento.

No entanto, desde já, na versão 4.9.8 que á a estável no momento desta matéria, já é possível testar o novo editor, instalando-o como um plugin para o WordPress, é bem provável que no painel inicial você esteja recebendo o convite para o teste.

O novo editor muda totalmente o que conhecíamos de edição de texto no WordPress, a box padrão de título com a caixa de texto logo abaixo, mantendo as ferramentas de edição em seu topo, foram totalmente abandonadas. Ao invés disso, o editor trabalha com um modelo de módulos, bem similar ao do Visual Composer, famoso plugin do WordPress.

Portanto, iremos explicar sobre o que é o Gutenberg, seus últimos acontecimentos, o que o projeto pretende ser, dentre outros assuntos.

Pouco na história do WordPress teve um impacto tão significativo quanto Gutenberg, o novo editor do WordPress.

LEANDRO LEONEL DAPPER

Analista de Sistemas

O objetivo por trás de Gutenberg…
A decisão de construir Gutenberg é muito debatida. As pessoas a favor do projeto querem fornecer aos usuários do WordPress um conjunto de ferramentas mais moderno, permitindo maior liberdade.
As pessoas que não gostam de Gutenberg costumam argumentar que estão tentando competir com os construtores de sites de arrastar e soltar.
Independentemente disso, o objetivo do projeto e os problemas que ele resolve são claros para a maioria dos desenvolvedores do WordPress. Embora o WordPress CMS seja atualmente um dos melhores frameworks para construir um site, sua funcionalidade principal é baseada em uma versão anterior e mais simplista da Internet.

Um WordPress mais visual
Se você já trabalhou com o WordPress há algum tempo, sabe que o próprio editor de conteúdo tem algumas limitações. Normalmente, os desenvolvedores lidam com isso usando códigos de acesso ou plugins que permitem campos personalizados. Isso permite layouts mais complexos, mas para muitos usuários do WordPress essas ferramentas estão fora de alcance.
Ao integrar ferramentas como essas no núcleo do WordPress, o Gutenberg permitirá que usuários comuns criem sites e layouts mais personalizados do que o bloco de conteúdo padrão ao qual estão acostumados.
Para os desenvolvedores isso significa que haverá menos barreiras quando se trata de oferecer aos nossos clientes layouts não padrão. Usando temas corretamente e com os recém-introduzidos blocos e incorporações, Gutenberg dá aos clientes as peças para criar layouts bonitos, em vez de prendê-los em um layout de modelo que pode não mais atender às suas necessidades.

O que Gutenberg quer fazer?
O Gutenberg pretende transformar o sistema de edição de conteúdo no WordPress. Anteriormente, o WordPress core suportava apenas artigos simples. Layouts mais complexos só eram possíveis vinculando plugins de terceiros e código personalizado. Agora, o Gutenberg permite que os usuários construam de maneira mais estruturada e visual.
Deve-se notar que, embora o WordPress tenha se tornado um dos CMSs mais usados por desenvolvedores da Web, seu principal público-alvo ainda é bastante não técnico.
Um dos problemas inerentes ao optar por trabalhar dentro das restrições de um CMS é que suas próprias metas pessoais nem sempre se alinham completamente com as do público-alvo do CMS. Esse desalinhamento tornou-se um dos principais instigadores de mitos em torno do projeto, bem como parte da oposição a Gutenberg.

O que o Gutenberg não é.
Gutenberg não está procurando transformar todo o WordPress em um construtor de arrastar e soltar, como Squarespace ou Wix. Em vez disso, o WordPress será deixado intacto, com muitas das mudanças sendo específicas de como o conteúdo é tratado e como os temas podem interagir com ele.

Blocos e estruturas.
Indiscutivelmente a adição mais significativa por Gutenberg são os blocos que permitirão que os usuários organizem o conteúdo de maneira similar ao Wix ou ao Visual Composer. Embora limite algumas formatações específicas, isso abre muitas possibilidades.
Os novos blocos contêm muitos dos antigos favoritos quando se trata de conteúdo: texto, imagens, galerias, imagens de heróis, incorporações de serviços correspondentes e muito mais. Além disso, novos blocos podem ser facilmente criados, permitindo que os desenvolvedores ofereçam aos clientes blocos de construção altamente personalizados para seu próprio site.

Atualmente, um plugin.
Se você quiser ver ou utilizar a versão atual do Gutenberg, ele está atualmente disponível como um plugin no Diretório de Plugins do WordPress. Embora seja um plugin, todos os sinais apontam para sua inclusão em uma atualização de núcleo do WordPress, com muitos suspeitando que ele pode ser inserido na atualização do WordPress 5.0.
Atualmente, o roteiro de desenvolvimento do WordPress não possui datas ou cronogramas, deixando-o principalmente como especulação.

Fonte: Code Tutsplus